quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

Operação Choque de Ordem

A Operação "Choque de Ordem" iniciada por determinação do prefeito recém empossado Eduardo Paes está dando o que falar.

As ações estão acontecendo em vários pontos da cidade, contando com ação conjunta das Polícias Militar e Civil juntamente com a Guarda Municipal.

Em pesquisa realizada pelo Jornal O Dia em seu site na Internet a população tem participado opinando em resposta às enquetes criadas pelos jornalistas. Em uma delas pergunta-se: "O que você acha do 'Choque de Ordem' colocado em prática pela nova prefeitura? Mais da metade respondeu que a ação é apenas "marketing que vai acontecer só no início do governo".

Particularmente acredito que esse resultado se deve não à observação por parte da população à maneira com a qual tal medida está sendo implementada, mas sim a seu descontentamento com o poder público e com a classe política, não faltando obviamente motivos para que o cidadão carioca pense dessa forma.

No mesmo site foi criado um fórum para que as pessoas sugiram quais partes da cidade necessitam de um "choque de ordem" e quando verifiquei há pouco o número de sugestões passava de 2.500, o que é uma coisa muito positiva, visto que a sociedade quando perguntada; quando acionada, participa à sua maneira, embora muito distante do que também se espera dela no que tange ao exercício da cidadania.

Como cidadão espero profundamente que essa "operação" não seja apenas algo passageiro. Entretanto, alguns aspectos dela me despertaram a atenção, como o acolhimento dos moradores de rua e seu respectivo encaminhamento aos abrigos da prefeitura. E que na minha opinião deverá ultrapassar o caráter estético chegando ao social, devolvendo a dignidade a essas pessoas, famílias inteiras que viviam e ainda vivem debaixo de marquises e viadutos onde quer que se olhe.

Continuarei comentando aqui sobre essa operação que ainda dará muito o que falar. Mas desde já quero que saibam que independentemente de alcançar ou não os objetivos traçados pela Secretaria de Ordem Pública, sua simples implementação já se faz diferente de tudo o que as Administrações anteriores tentaram e está despertando a sociedade para que desempenhe seu papel.

Um comentário:

  1. Caro Ivo, Li seu comentário hoje no o Dia on line e vi que enfim alguem pensava o mesmo que eu.
    achi o primeiro artigo interessantissimo, eu nao sou uma pessoa politicamente correta, mas me sinto muito mais depois destes questionamentos, nao uso drogas e nao compro piratarias nem gatonet, mas conheço pessoas que compram radio automotivo roubado e depois ficou desesperada se perguntando por que pegaram seu carro e depenaram, conheço usuarios de drogas intelectuais que choraram e se perguntaram por que familiares seus foram vitmas de balas perdidas, conheço gente ( se podemos chamar assim) que usou o disque denuncia como disque vingança inventando histórias sobre seus desafetos, conheço tudo isso vejo no meu dia e realmente concordo que cada um faz sua parte para este mundo poluido e violento.
    Infelizmnte estas pessoas citadas, são mães, pais e avós que deixam estas sujeiras como exemplo para nossas crianças e adolescentes, e agora com o numero enorme de "obamas" registrados no Brasil ( se for olhar os cartorios vai ver em certas regios o aumento exorbitante de micheles e ate mesmo Barack obamas), Os EUA ditam a cultura e a moda? nao sei mais o que fazer, sinto-me lutando e nadando contra uma corrente ...

    ResponderExcluir