domingo, 4 de setembro de 2011

Pacificação só com muita Educação e Respeito


Assistam o vídeo:


Não sei quem está certo ou errado pois não me encontrava no bar onde parece que se originou a confusão.

Fato é que a ocupação ininterrupta de certas localidades, com policiais e militares das FA diuturnamente nas ruas indubitavelmente trazem constrangimentos para os moradores.

Eu, particularmente não gostaria de soldados e etc passando na minha calçada a todo momento (e fui militar por mais de 9 anos).

Até porque infelizmente não confio em quem porta armas, principalmente nos destreinados e despreparados psicologicamente (maioria esmagadora dos integrantes das tropas).

Melhor as tropas militares do que as de traficantes? Honestamente, não sei responder. Pergunto aos moradores dessas regiões. O que acham?

Óbvio que por outros aspectos a ausência do tráfico é mais benéfica sobretudo pela presença do Estado através de serviços públicos de melhor qualidade, então, por que agir com hostilidade com os agentes públicos?

Diz-se que a tropa foi agredida com pedras e garrafas e que os militares responderam com armas não-letais.

Creio que ambos os lados devam ceder em nome de uma "transição" menos sofrida pois a população local já há muito maltratada acaba passando por mais e mais episódios como o de hoje.

Excessos devem ser apurados e punidos, pois é muito fácil esconder-se atrás de um uniforme para praticar ilegalidades contra quem está indefeso.


Nenhum comentário:

Postar um comentário